Equipamentos de testes e montagens de
mangueiras utilizados pela FLUHICON.

Dispomos de equipamentos de prensagem de mangueiras hidráulicas até SAE 100R15 2" e industriais para prensagem até 6", de última geração, controlado por CLP que permite rastreabilidade. Equipamento de testes até 1.000 kgf/cm2. Emitimos certificados de testes de mangueiras com registrador e gráfico de desempenho que permite rastreabilidade.

Passo 01 | Corte

Equipamento de corte que com acionamento pneumático, que dá maior segurança ao operador, menos ruídos. Dispõe de disco de corte que exalam menos fumaça, além do equipamento possuir sistema de aspiração e filtragem. Gabarito para corte da mangueira no comprimento solicitado pelo cliente.

Marcação

Passo 02 | Inserção de Terminais

Equipamento pneumático para inserção dos pinos dos terminais às mangueiras, garante inserção precisa e uniforme.

Passo 03 | Prensagem de Mangueiras

Prensagem de mangueiras com diâmetro de 1/8 até 6" e com até 6 trançados de aço. Controladas numericamente por CLP, grava as tabelas de prensagens de acordo com o fabricante. A gravação do part number, data ou nº da ordem de montagem é possível através de inserção de letras e números às castanhas.

Passo 04 | Marcação

Nesse processo são gravados nas capas prensadas das mangueiras o código da peça (Part Number) do cliente e o número da O.M. (Ordem de Montagem).
Com esse número é possível toda a rastreabilidade do produto.



Passo 05 | Teste Hidrostático

As mangueiras são testadas em equipamento de teste hidrostático, de acordo com a norma SAE, onde são verificados possíveis vazamentos ou falhas de produção. Após a pressurização, o equipamento elimina o fluído, através de jato de ar, deixando assim a mangueira livre de contaminantes. Após o teste, é emitido o laudo de teste com o ciclo de tempo e pressões.

Passo 06 | Lacre Equipamento Termoretrátil

Sistema inovador para lacre de terminais de mangueiras, impedindo a contaminação interna das mesmas. Não solta como os lacres tradicionais, preserva a limpeza interna que é feita anteriormente até o momento de sua utilização. Protege os terminais contra impactos. A remoção dos lacres ocorre de maneira muito fácil. São resistentes e recicláveis.